domingo, 23 de Setembro de 2007


quarta-feira, 22 de Agosto de 2007


Um dia cansei-me.
Engolir sapos e arrotar borboletas
nâo foi para o que nasci.
Nâo era por fome, acredita.
A necessidade faz o monge
e dá-me o direito de inventar provérbios.
E que se fodam os que discordam
da minha política autoritária
genocítica apostólica romana.
Mostro os peitos à próxima bala!
Prefiro morrer por uma causa
a viver sem uma consequência.

quarta-feira, 15 de Agosto de 2007

A partir de hoje: 4 dias em família... Pois é, os meus pais estâo de visita. Quem disse que eu nâo sou um homem de família!

quinta-feira, 9 de Agosto de 2007


E AGORA: TEMPO PARA ME ERGUER
Por cada queda uma marca no meu corpo frágil.
Um dia as gargalhadas saíam-me do desespero
Hoje, saem da possibilidade de vingança.
Do destino ou do que quer que seja
Do que quer que gostou de me ver sofrer.
Aprendi que o cuidado nâo tem nada que ver com os erros.
Que os meus passos sâo meus a dar.
Que a sorte tem tudo que ver com a vida.
Que posso trapaceá-la quando quiser
Nada me acontecerá.
Nada que nâo acontecesse de qualquer forma.
Sim, vivo mais vazio agora
Sim... Mas definitivamente sem medo.

quinta-feira, 19 de Julho de 2007


Sonhos são de água. Sonhos são inventados, verdadeiros, são aquilo que quisermos que sejam.
Sonhos são amor em pó, são mensagens escondidas ou o meu coração a sangrar. Sonhos são discursos literais que me fazem tropeçar e engolir os meus pensamentos de goma.

dreams(Cranberries) Uma das músicas da minha vida, que curiosamente pertence a uma banda que não gosto nada. A vida tem destas coisas. Todas as outras músicas especiais para mim são-no porque marcaram um período importante ou porque me fazem lembrar alguém em particular, no entanto esta não. Acalma-me, catalisa emoções verdadeiras e interiores, liberta-me a mente. Deixa-me melancolicamente feliz. (Sim, eu sei que sou estranho...) Aqui fica uma das estrofes, igualmente uma excelente declaração de amor:

And now I tell you openly,

you have my heart so don't hurt me.
You're what I couldn't find.
A totally amazing mind, so
understanding and so kind;
You're everything to me.

sábado, 14 de Julho de 2007


Por momentos voltei a ocupar o meu lugar à janela. O Sol estava tão quente como eu me lembrava, os abraços foram tão naturais como eu os previa. É bom saber com o que se pode contar quando estiveste tanto tempo longe dos teus amigos. Só espero de alguma forma poder compensar a minha ausência.


O meu fascínio pela série veio crescendo ao longo do último ano. Mas por mais que gostes de um programa, é raro isto de ver retratado na televisão um sentimento que conheces demasiado bem. Quer seja porque o viveste no passado ou o vives no momento as palavras que se dizem ganham outra dimensão. Dêem um pulo aos - 4´00´´ e vejam se vos soa familiar. Excelente fim de temporada para Grey´s Anatomy.

quinta-feira, 12 de Julho de 2007



Para quem se esqueceu ou já não vem há
muito tempo aqui vão algumas indicações.